Em mais uma intervenção, Bolsonaro nomeia candidato menos votado para a reitoria da UFPI

Jair Bolsonaro nomeou o professor e matemático Gildásio Guedes Fernandes como novo reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI). O candidato foi o menos votado pela comunidade acadêmica. "Mais uma universidade que teve sua autonomia ferida!", afirmou a União Nacional dos Estudantes (UNE)

Jair Bolsonaro e Gildásio Guedes
Jair Bolsonaro e Gildásio Guedes (Foto: Isac Nóbrega/PR | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro nomeou o professor e matemático Gildásio Guedes Fernandes como novo reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI). O candidato, que teria tido 21% dos votos, foi o menos votado pela comunidade acadêmica. A nomeação foi publicada nesta quinta-feira (19) no Diário Oficial da União.

Gildásio não é o primeiro reitor menos votado escolhido por Bolsonaro para chefiar universidades e institutos federais. Essa mesma situação aconteceu em universidades federais como a da Paraíba (UFPB), a dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), o Triângulo Mineiro (UFTM), a do Recôncavo da Bahia (UFRB), entre outras.

A União Nacional dos Estudantes (UNE) criticou a nomeação. "Mais uma universidade que teve sua autonomia ferida! Todo o apoio aos estudantes, professores e servidores da UFPI, vai ter luta, disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247