Emprego com carteira assinada volta a ter aumento no MA

O número de vagas com carteiras assinadas no Maranhão voltou a crescer em maio, puxado pelos setores da Construção Civil, dos Serviços, da Agropecuária e da Indústria de Transformação; de acordo com o Caged, do Ministério do Trabalho, o saldo positivo foi de 782 postos criados no mês de maio

O número de vagas com carteiras assinadas no Maranhão voltou a crescer em maio, puxado pelos setores da Construção Civil, dos Serviços, da Agropecuária e da Indústria de Transformação; de acordo com o Caged, do Ministério do Trabalho, o saldo positivo foi de 782 postos criados no mês de maio
O número de vagas com carteiras assinadas no Maranhão voltou a crescer em maio, puxado pelos setores da Construção Civil, dos Serviços, da Agropecuária e da Indústria de Transformação; de acordo com o Caged, do Ministério do Trabalho, o saldo positivo foi de 782 postos criados no mês de maio (Foto: Leonardo Lucena)

Maranhão 247 - O número de vagas com carteiras assinadas no Maranhão voltou a crescer em maio, puxado pelos setores da Construção Civil, dos Serviços, da Agropecuária e da Indústria de Transformação. De acordo com o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho, o saldo positivo foi de 782 postos criados no mês de maio.

Foram 318 vagas a mais na Construção Civil, que vem sendo impulsionada pelas mais de 800 obras levadas adiante pelo Governo do Maranhão em todo o Estado. Entre elas, o Mais Asfalto, o Escola Digna, o saneamento básico e a reforma de espaços públicos.

Em Serviços foram 392 vagas acrescentadas. O setor é beneficiado pelo Mais Empregos, programa que concede benefícios para os empregadores a fim de estimular a contratação de mão de obra.

A Agropecuária gerou 409 postos; e a Indústria de Transformação, 346. O Comércio e o setor de Extrativa Mineral tiveram perdas de vagas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247