“Estamos corrigindo problemas graves que herdamos da saúde”

O governador Flávio Dino (PCdoB), usou sua página no Twitter para se manifestar sobre a investigação da Polícia Federal na Secretaria de Saúde do Maranhão para desmontar um esquema de corrupção montado na gestão Roseana Sarney/Ricardo Murad e que vem sem desmontado em sua administração; de acordo com o governador, sua gestão não pactua com qualquer má aplicação de recursos públicos e que sempre tomou medidas administrativas quando erros foram detectados; Dino explica que vem tentando desde o início de 2015 corrigir graves problemas herdados na Saúde. Dino diz ainda que a dupla Sarney/Murad não possui as minimas condições de falar sobre moralidade

Presidente da Embratur, Flavio Dino, durante entrevista no Palácio do Planalto sobre a redução dos preços dos hotéis no RJ para o Rio+20
Presidente da Embratur, Flavio Dino, durante entrevista no Palácio do Planalto sobre a redução dos preços dos hotéis no RJ para o Rio+20 (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Blog do Jorge Veira - O governador Flávio Dino (PCdoB), usou sua página no Twitter nesta manhã de sexta-feira (17) para se manifestar sobre a investigação da Polícia Federal na Secretaria de Saúde do Maranhão para desmontar um esquema de corrupção montado na gestão Roseana Sarney/Ricardo Murad e que vem sem desmontado em sua administração.

Segundo o governador, sua gestão não pactua com qualquer má aplicação de recursos públicos e que sempre tomou medidas administrativas quando erros foram detectados. Dino explica que vem tentando desde o início de 2015 corrigir graves problemas herdados na Saúde. Dino diz ainda que a dupla Sarney/Murad não possui as minimas condições de falar sobre moralidade.  Veja abaixo as postagens de Flávio Dino sobre a Operação Pegadores.

"Por minha orientação, todas as nossas equipes estão sempre à disposição para colaborar com investigações sérias e isentas. Repito, estamos esperando a lista dos alegados 400 fantasmas, para verificar se isso procede, quem foi o responsável, em qual época e por qual motivo. O modelo que herdamos foi que originou as operações da Polícia Federal. Não se desmonta isso em semanas ou meses, sobretudo em um serviço que não pode parar, como a saúde", disse.

"Quanto à lista dos 400 fantasmas que a Polícia Federal menciona, já requeremos formalmente os nomes, para tomar providências administrativas. Estamos esperando a lista. Quanto à oligarquia Sarney/Murad, falta-lhes condições mínimas para falar em moralidade. Que cuidem dos seus problemas na Polícia e na Justiça. São muitos. Desde 2015, é esse desespero de me nivelar a eles, para dizer que "nada mudou. Mas o fato objetivo é que não tenho nenhum problema pessoal na Polícia ou na Justiça. E assim continuarei", acrescentou.

O governador defendeu a sua gestão. "Jamais compactuamos com qualquer má aplicação de recursos públicos. Sempre tomamos todas as providências administrativas quando erros foram detectados", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247