Filhas da PM Sylvia Rafaella, morta pelo ex-marido policial, foram tiradas de casa por quem ouviu tiros, dizem investigações

Uma pessoas que ouviu dos tiros resgatou as duas filhas da PM Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, morta pelo ex-marido no município de Ibotarama (BA)

Sylvia Rafaella
Sylvia Rafaella (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - As duas filhas da policial militar Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, morta pelo ex-marido, foram resgatadas do imóvel por uma pessoa que ouviu os tiros. O caso aconteceu no município de Ibotarama, oeste da Bahia, na tarde de segunda-feira (5). As duas crianças estão com os avós maternos. 

De acordo com o delegado Genivaldo Rodrigues, a mais nova das meninas, que tem idade entre 3 e 4 anos, é filha do casal. A mais velha, com idade entre 11 e 12 anos, era enteada de Edson Salvador Ferreira de Carvalho, 33, que também era PM. Ele cometeu suicídio após assassinar Sylvia Rafaella.

Testemunhas começarão a prestar depoimentos a partir desta tarde e, segundo o delegado, a filha mais velha da vítima poderá ser ouvida.

A policial tinha uma medida protetiva contra o Edson, pois, em julho deste ano, ele foi preso em flagrante por agredi-la. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247