Funcionários de afiliada da Globo no Maranhão entram em greve

Funcionários da TV Mirante Imperatriz, afiliada da Globo em Imperatriz, no sul do Maranhão, estão em greve desde a última terça-feira (24) por tempo indeterminado; programação local que era gerada na cidade está suspensa e somente o sinal que vem de São Luís é exibido; movimento grevista reclama de reajuste de salário abaixo da inflação e corte do vale-alimentação; segundo o Sindicato dos Jornalistas e Radialistas de Imperatriz, afiliada da Globo passa por uma situação difícil, desde que o estado passou a ser governado por Flávio Dino (PCdoB), o primeiro não ligado aos Sarney depois de 31 anos; governador teria deixado de investir recursos de publicidade em demasia na TV Mirante, como era feito

Funcionários da TV Mirante Imperatriz, afiliada da Globo em Imperatriz, no sul do Maranhão, estão em greve desde a última terça-feira (24) por tempo indeterminado; programação local que era gerada na cidade está suspensa e somente o sinal que vem de São Luís é exibido; movimento grevista reclama de reajuste de salário abaixo da inflação e corte do vale-alimentação; segundo o Sindicato dos Jornalistas e Radialistas de Imperatriz, afiliada da Globo passa por uma situação difícil, desde que o estado passou a ser governado por Flávio Dino (PCdoB), o primeiro não ligado aos Sarney depois de 31 anos; governador teria deixado de investir recursos de publicidade em demasia na TV Mirante, como era feito
Funcionários da TV Mirante Imperatriz, afiliada da Globo em Imperatriz, no sul do Maranhão, estão em greve desde a última terça-feira (24) por tempo indeterminado; programação local que era gerada na cidade está suspensa e somente o sinal que vem de São Luís é exibido; movimento grevista reclama de reajuste de salário abaixo da inflação e corte do vale-alimentação; segundo o Sindicato dos Jornalistas e Radialistas de Imperatriz, afiliada da Globo passa por uma situação difícil, desde que o estado passou a ser governado por Flávio Dino (PCdoB), o primeiro não ligado aos Sarney depois de 31 anos; governador teria deixado de investir recursos de publicidade em demasia na TV Mirante, como era feito (Foto: Aquiles Lins)

Maranhão 247 - Funcionários da TV Mirante Imperatriz, afiliada da Globo em Imperatriz, no sul do Maranhão, estão em greve desde a última terça-feira (24) por tempo indeterminado.

Segundo o blog Na Telinha, desde esta quinta-feira, 26, apenas 30% do efetivo da emissora está trabalhando.  Toda a programação local que era gerada da cidade está suspensa, e somente o sinal que vem de São Luís é exibido. No primeiro dia, 50% dos 96 funcionários da TV cruzaram os braços.

O movimento grevista reclama que o congelamento dos salários em 2015, o reajuste abaixo da inflação em 2016 e o corte do vale-alimentação na semana passada foram os motivos para a situação extrema.

O Sindicato dos Jornalistas e Radialistas de Imperatriz afirma que todo o grupo passa por uma situação difícil, decorrente da mudança política no Maranhão. Desde 2015, o estado é governado por Flávio Dino, o primeiro não ligado aos Sarney depois de 31 anos. Com isso, ele teria deixado de investir com recursos de publicidade em demasia na TV Mirante, como era feito.

Veja o comunicado da greve na afiliada da Globo no Maranhão:

"Os funcionários do GRUPO MIRANTE de Imperatriz, estão com o vale alimentação cortado, sem nenhuma explicação por parte da empresa, por isso, os trabalhadores deflagraram greve geral.

Não podemos permitir que o trabalhador seja massacrado com a perda de benefícios adquiridos com luta e profissionalismo.

Em 2015, os trabalhadores do GRUPO MIRANTE, ficaram com os salários congelados.

Em 2016, o reajuste salarial foi abaixo da inflação. Agora em 2017, os funcionários foram surpreendidos com o corte do Vale Alimentação.

O Sindicato dos Jornalistas e Radialistas de Imperatriz não pode admitir tais injustiças contra os profissionais da imprensa que tanto denunciam as mazelas da Sociedade".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247