Governo entrega kits agrícolas para 26 municípios

Foram entregues de 45 kits de modernização das Centrais de Abastecimento da Agricultura Familiar do Maranhão para 26 municípios maranhenses; os kits são fruto de convênio celebrado entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) e o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), no valor de R$ 9 milhões; cada um dos kits é composto de um caminhão-baú frigorífico, uma balança eletrônica de 30 kg e outra de piso móvel de 300 kg, freezers horizontal e vertical, lavadora de alta pressão, monoblocos, pallets, computador, impressora a laser, além de cadeiras e mesa para escritório

Foram entregues de 45 kits de modernização das Centrais de Abastecimento da Agricultura Familiar do Maranhão para 26 municípios maranhenses; os kits são fruto de convênio celebrado entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) e o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), no valor de R$ 9 milhões; cada um dos kits é composto de um caminhão-baú frigorífico, uma balança eletrônica de 30 kg e outra de piso móvel de 300 kg, freezers horizontal e vertical, lavadora de alta pressão, monoblocos, pallets, computador, impressora a laser, além de cadeiras e mesa para escritório
Foram entregues de 45 kits de modernização das Centrais de Abastecimento da Agricultura Familiar do Maranhão para 26 municípios maranhenses; os kits são fruto de convênio celebrado entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) e o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), no valor de R$ 9 milhões; cada um dos kits é composto de um caminhão-baú frigorífico, uma balança eletrônica de 30 kg e outra de piso móvel de 300 kg, freezers horizontal e vertical, lavadora de alta pressão, monoblocos, pallets, computador, impressora a laser, além de cadeiras e mesa para escritório (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Maranhão 247 - O governo do estado realizou, nesta quarta-feira (9), o balanço de ações desenvolvidas durante o primeiro ano de gestão na área da Segurança Alimentar e Nutricional do Maranhão. O balanço culminou com a entrega de 45 kits de modernização das Centrais de Abastecimento da Agricultura Familiar do Maranhão para 26 municípios maranhenses. Os kits são fruto de convênio celebrado entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) e o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), no valor de R$ 9 milhões. Cada um dos kits é composto de um caminhão-baú frigorífico, uma balança eletrônica de 30 kg e outra de piso móvel de 300 kg, freezers horizontal e vertical, lavadora de alta pressão, monoblocos, pallets, computador, impressora a laser, além de cadeiras e mesa para escritório.

A entrega foi feita pelo governador Flávio Dino e pela ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campelo; etambém pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Neto Evangelista. “O que apresentamos aqui é a representação do quanto a segurança alimentar é uma ação prioritária em nosso Governo e, por isso, está sendo executada com empenho e seriedade. Os resultados exitosos comprovam que o nosso foco é promover o efetivo desenvolvimento com justiça social, estimulando a produção, acreditando e investindo nas pessoas, que têm o direito básico à alimentação adequada garantido, e erradicando as desigualdades sociais”, enfatizou o governador Flávio Dino.

“Essa parceria do Governo Federal com Governo do Estado é estratégica, porque vemos que no Maranhão as ações estão chegando à população. A entrega destes kits vai permitir uma melhoria imediata no trabalho com as compras institucionais, viabilizando a armazenagem e o escoamento adequado dos produtos da agricultura familiar e garantido que comida de qualidade chegue à mesa da população”, ressaltou a ministra Tereza Campello.

O secretário Neto Evangelista apresentou os resultados alcançados este ano. Ele destacou o aumento em cerca de 40% da quantidade de refeições servidas no almoço e início do serviço de jantar nos Restaurantes Populares, implantação de 30 cozinhas comunitárias e o inédito lançamento do Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional do Maranhão.

“Conquistamos avanços inéditos para o desenvolvimento social do Maranhão, por meio da segurança alimentar e nutricional, combatendo nosso índice de quase 61% da população em insegurança alimentar. Por meio de ações fundamentais, como a ampliação em 600% na quantidade de equipamentos da rede pública de alimentação, concedemos o direito básico à alimentação adequada e saudável à população maranhense, comprovando que o nosso foco são as pessoas”, afirmou Neto Evangelista.

O Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, lançado pela primeira vez no Maranhão, foi construído de forma democrática, com a participação da sociedade civil e reúne as diretrizes, ações, programas e projetos para reduzir os índices de insegurança alimentar no Maranhão e assegurar o direito à alimentação adequada à população, levando em consideração os hábitos e a cultura alimentar de cada povo, com o planejamento das ações para o triênio 2016-2018.

Maranhão apoia continuidade dos programas sociais
Ainda durante o ato desta quarta-feira, o governador Flávio Dino e o secretário Neto Evangelista entregaram à ministra Tereza Campello a ‘Carta do Maranhão’ e o ‘Manifesto Público de apoio ao Programa Bolsa Família’, ambos produzidos durante o VII Encontro Nacional de Coordenadores Estaduais do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família, realizado em São Luís.

A ‘Carta do Maranhão’ traz considerações importantes e sugestão de melhorias técnicas e operacionais do programa social, principalmente no que concerne ao fortalecimento da gestão do programa. Já o segundo documento é de apoio ao Governo Federal contra o corte de R$ 10 bilhões, proposto pelo deputado Ricardo Barros (PP-PR), relator do Orçamento 2016, na Câmara dos Deputados.

Parcerias com instituições de ensino superior
Com foco na promoção da política intersetorial da segurança alimentar e nutricional do Maranhão, o Governo do Estado, por meio da Sedes, celebrou convênios de cooperação técnica com instituições de ensino superior do estado, visando à abertura de vagas de estágio aos estudantes destas entidades educacionais nos equipamentos de segurança alimentar sob a responsabilidade do Estado. A parceria foi estabelecida com a Universidade Federal do Maranhão, a Universidade Ceuma e a Faculdade Santa Terezinha.

*Com informações divulgadas pelo governo estadual

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email