Governo implanta sistemas de captação de energia no Agropolo da Ilha

O governador Flávio Dino participou da inauguração de unidades experimentais de captação de energia solar para irrigação no Agropolo da Ilha; a solenidade aconteceu em uma Unidade de Referência de Produção (URP) na Raposa; a iniciativa se somará às demais experiências já realizadas, visando contribuir para a redução de gastos dos agricultores, proporcionando diminuição nos custos em itens como insumos, sementes e, agora, com energia elétrica; os pequenos produtores do Agropolo da Ilha poderão ter mais oportunidades de aumentar sua produção, gerar renda e contribuir para o abastecimento da região metropolitana

O governador Flávio Dino participou da inauguração de unidades experimentais de captação de energia solar para irrigação no Agropolo da Ilha; a solenidade aconteceu em uma Unidade de Referência de Produção (URP) na Raposa; a iniciativa se somará às demais experiências já realizadas, visando contribuir para a redução de gastos dos agricultores, proporcionando diminuição nos custos em itens como insumos, sementes e, agora, com energia elétrica; os pequenos produtores do Agropolo da Ilha poderão ter mais oportunidades de aumentar sua produção, gerar renda e contribuir para o abastecimento da região metropolitana
O governador Flávio Dino participou da inauguração de unidades experimentais de captação de energia solar para irrigação no Agropolo da Ilha; a solenidade aconteceu em uma Unidade de Referência de Produção (URP) na Raposa; a iniciativa se somará às demais experiências já realizadas, visando contribuir para a redução de gastos dos agricultores, proporcionando diminuição nos custos em itens como insumos, sementes e, agora, com energia elétrica; os pequenos produtores do Agropolo da Ilha poderão ter mais oportunidades de aumentar sua produção, gerar renda e contribuir para o abastecimento da região metropolitana (Foto: Leonardo Lucena)

O governador Flávio Dino participou da inauguração de unidades experimentais de captação de energia solar para irrigação no Agropolo da Ilha, realizada na manhã desta segunda-feira (19). A solenidade aconteceu em uma Unidade de Referência de Produção (URP) na Raposa. A iniciativa é furto de uma  parceria entre as secretarias de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e Minas e Energia (Seme).

A iniciativa se somará às demais experiências já realizadas, visando contribuir para a redução de gastos dos agricultores, proporcionando diminuição nos custos em itens como insumos, sementes e, agora, com energia elétrica. Dessa maneira, os pequenos produtores do Agropolo da Ilha poderão ter mais oportunidades de aumentar sua produção, gerar renda e contribuir para o abastecimento da região metropolitana.

Serão implantados dois sistemas experimentais, em URPs do Agropolo da Ilha, na Raposa e em São José de Ribamar. Eles são compostos de um painel solar, um inversor e uma bomba centrífuga de água para irrigação, cuja potência pode ser de 0,5 ou de 1,5 HP. Os equipamentos podem ser utilizados por até 25 anos. A instalação fica a cargo de outra parceira do projeto, a empresa Brasil Solair.

A Secretária de Minas e Energia, Crisálida Rodrigues, acrescenta que por meio desta experiência, o Governo Flávio Dino pretende promover a difusão do uso de energias renováveis no Maranhão, aumentar a produção de alimentos e diversificar a cadeia produtiva. “O objetivo do Projeto é implantar o Sistema de Geração de Energia Solar para o funcionamento de bombas de irrigação, utilizadas por pequenos produtores na agricultura e reduzir, desta forma, a dependência do fornecimento de energia elétrica em relação a concessionária. Com isso a pequena agricultura se tornará mais economicamente viável para o produtor”, disse a Secretária.

Agropolo da Ilha

Com o auxílio do Governo do Estado, por meio do projeto Agropolos, desenvolvido pela Sagrima, agricultores da Ilha de São Luís vêm aumentando sua produção e seus produtos conquistando espaço cada vez maior nas prateleiras dos supermercados da região metropolitana. Itens como cheiro verde, alface, vinagreira, couve, acerola, carambola, pimenta, macaxeira, quiabo e maxixe produzidos nas 40 Unidades de Referência de Produção (URPs) do Agropolo da Ilha abastecem três redes de supermercados, além das feiras da capital.

Em breve, o número de URPs será praticamente dobrado, chegando a 75 propriedades atendidas, recebendo assistência técnica, insumos e oportunidades de comercialização e inserção no mercado formal.

Fonte: Ascom

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247