Homem preso por feminicídio é agredido em delegacia por familiares da vítima

Familiares da manicure Dione Gomes Silva Nascimento, de 40 anos, agrediram o namorado dela, o mototaxista Maurício Alves de Andrade, de 43 anos, por feminicídio. Para esconder o corpo, ele jogou o corpo dela em um rio

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Familiares da manicure Dione Gomes Silva Nascimento, de 40 anos, agrediram o namorado dela, o mototaxista Maurício Alves de Andrade, de 43 anos, por feminicídio e ocultação de cadáver. Ele se apresentou à polícia nesa terça-feira (5).

Dione estava desaparecida desde domingo (3), quando tinha ido para a casa do companheiro, no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife. Testemunhas informaram à polícia que o mototaxista havia jogado o corpo dela no Rio Tejipió, na Zona Oeste.

Bombeiros acharam o corpo dela a cerca de cinco quilômetros do local onde ela teria sido jogada. Parentes que estiveram no local reconheceram o corpo como sendo o da manicure. A polícia afirmou ser necessário um exame de DNA para confirmar a identidade.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247