Homofobia: empresa de Teresina recusa serviço de filmagem a casal homossexual

"Não fazemos casamentos homoafetivos", disse a empresa a um casal de noivas; caso viralizou nas redes sociais

Ludmila Chaves e Cindy Andrade
Ludmila Chaves e Cindy Andrade (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - As namoradas Ludmila Chaves e Cindy Andrade estão juntas há 10 anos e decidiram se casar. Nos preparativos para o casamento, no entanto, foram vítimas de uma atitude homofóbica que viralizou nas redes sociais neste último final de semana.

Pelo WhatsApp, o casal procurou uma empresa de filmagem de Teresina (PI) para contratar o serviço para a cerimônia. Na conversa, que circula através de prints no Instagram e no Twitter, uma pessoa que representa a empresa pergunta a uma das mulheres “quem é o noivo”, ao que ela responde que seria outra noiva.

“Não fazemos casamentos homoafetivos”, respondeu a empresa.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247