Itaqui bate recorde de movimentação e de lucro

O governo do Maranhão alcançou, no primeiro trimestre deste ano, 4,31 milhões de cargas movimentadas, um índice 25% maior em relação ao mesmo período do ano passado; na gestão financeira a empresa registrou um crescimento de 28,7% nas receitas operacionais, e uma redução de 36,9% em custos e despesas; como consequência, a rentabilidade saiu de R$ 100 mil em 2014 para R$ 11,1 milhões em 2015, ou seja, mais de 11.000% de lucratividade;os dados da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap)

O governo do Maranhão alcançou, no primeiro trimestre deste ano, 4,31 milhões de cargas movimentadas, um índice 25% maior em relação ao mesmo período do ano passado; na gestão financeira a empresa registrou um crescimento de 28,7% nas receitas operacionais, e uma redução de 36,9% em custos e despesas; como consequência, a rentabilidade saiu de R$ 100 mil em 2014 para R$ 11,1 milhões em 2015, ou seja, mais de 11.000% de lucratividade;os dados da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap)
O governo do Maranhão alcançou, no primeiro trimestre deste ano, 4,31 milhões de cargas movimentadas, um índice 25% maior em relação ao mesmo período do ano passado; na gestão financeira a empresa registrou um crescimento de 28,7% nas receitas operacionais, e uma redução de 36,9% em custos e despesas; como consequência, a rentabilidade saiu de R$ 100 mil em 2014 para R$ 11,1 milhões em 2015, ou seja, mais de 11.000% de lucratividade;os dados da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Maranhão 247 - O governo do Maranhão alcançou, no primeiro trimestre deste ano, 4,31 milhões de cargas movimentadas, um índice 25% maior em relação ao mesmo período do ano passado. A última vez em que a movimentação superou 4 milhões de toneladas no primeiro trimestre foi em 2001, com 4,05 milhões. Os dados da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap).

Na gestão financeira a empresa registrou um crescimento de 28,7% nas receitas operacionais, e uma redução de 36,9% em custos e despesas. Como consequência, a rentabilidade saiu de R$ 100 mil em 2014 para R$ 11,1 milhões em 2015, ou seja, mais de 11.000% de lucratividade

“O trabalho que estamos realizando está alinhado com a visão de gestão pública do governador Flávio Dino, com austeridade, foco nos resultados, respeito aos recursos públicos e trabalho em equipe”, disse o presidente da Emap, Ted Lago, segundo o Maranhão da Gente.

Entre os principais fatores responsáveis pelo recorde de movimentação estão o início das operações do Terminal de Grãos (Tegram) e o aumento das demandas de importação de carvão mineral e insumo de cimento.

A carga geral (peso bruto de contêineres mais carga geral solta) registrou um aumento de 563%, com 395.765 toneladas. No mesmo período de 2014 foram movimentadas 59.652 toneladas.

Da carga total movimentada nos três primeiros meses deste ano, 2,01 milhões de toneladas foram granéis líquidos, com aumento de 9%. No caso dos granéis sólidos o aumento foi de 24%, com um total de 1,90 milhão de toneladas. Em contêineres foram movimentadas 3,8 mil toneladas, com 6% de aumento.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247