Jean Paul Prates critica liberação de vendas de refinarias: STF compactuou com uma 'política estúpida'

"Esta política é uma estupidez", afirmou o candidato do PT à Prefeitura de Natal, senador Jean Paul Prates (RN), ao criticar a decisão do STF de aprovar a venda de refinarias da Petrobrás sem a necessidade de aprovação do Congresso

Senador Jean Paul Prates (PT-RN)
Senador Jean Paul Prates (PT-RN) (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O candidato do PT à Prefeitura de Natal, senador Jean Paul Prates (RN), criticou o Supremo Tribunal Federal, que, por 6 votos a 4, rejeitou uma ação cautelar apresentada pelo Senado e pela Câmara dos Deputados que pedia a suspensão da venda de refinarias da Petrobrás sem aprovação do Legislativo. 

"Quando você, por uma razão completamente ideológica, não tem uma razão técnica, mesmo quem fala de mercado – até mesmo para não falar que aqui é conversa de comunista – dentro de visão de mercado, de estratégia do Brasil, inserido no mercado internacional como grande produtor de petróleo, esta política é uma estupidez", disse o parlamentar ao Fórum Café. 

"É urgente. Porque depois que comprarem uma refinaria livre de qualquer ônus, livre de tudo – que vai ser destacada do CNPJ da Petrobras -, ele vai dizer assim: oba, comprei uma refinaria livre. Eu posso parar de produzir para o pólo petroquímico se quiser, qualquer doideira dessa", acrescentou.

Leia a íntegra na Revista Forum

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247