Jones Manoel critica 'falta de senso de oportunidade' da esquerda brasileira

"Era a grande chance de ser reafirmar como o maior nome nacional do combate ao flagelo das milícias", escreve o historiador Jones Manoel ao analisar a crise da da PM no Ceará e o avanço das milícias

Jones Manoel
Jones Manoel (Foto: Reprodução)

247 - O historiador Jones Manoel criticou nesta sexta-feira, 21, o que classificou como falta de senso de oportunidade da esquerda brasileira em meio à greve ilegal da Polícia Militar no Ceará.

"Freixo é o maior nome da esquerda no combate as milícias. Deveria ter ligado para o Governo do Ceará e oferecer seus conhecimentos e experiência. Produzir material, convocar uma coletiva de imprensa e, talvez, até ir ao Ceará. Era a grande chance de ser reafirmar como o maior nome nacional do combate ao flagelo das milícias. Outras lideranças, ou nada falam, como Boulos e Lula, ou apenas soltam palavras protocolares, como Haddad", escreve Manoel em texto no portal Disparada

Inscreva-se na TV 247 e assista ao comentário de Jones Manoel:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247