Jorge Solla tenta impedir na Justiça que Bolsonaro inaugure obra já entregue por Rui Costa

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) entrou na Justiça para impedir que Jair Bolsonaro inaugure uma obra de abastecimento de água no estado governado por Rui Costa (PT). "O povo de Campo Alegre de Lourdes é testemunha de que o novo sistema de abastecimento já funciona há dois anos, uma obra de R$ 80 milhões que teve a assinatura da presidente Dilma Rousseff", disse

Jorge Solla e Jair Bolsonaro
Jorge Solla e Jair Bolsonaro (Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados | Alan Santos /PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) entrou na Justiça para impedir que Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) inaugure, nesta quinta-feira (30), uma obra de abastecimento de água entregue em 2018 pelo governador Rui Costa (PT), no município de Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia. 

"Isso atinge o princípio da moralidade administrativa, é ato de improbidade. Pedimos à Justiça que impeça essa inauguração fake de uma obra já entregue há dois anos. Se o ato ocorrer, Bolsonaro terá de restituir cada centavo de dinheiro público gasto para tentar enganar a população", afirmou o parlamentar, de acordo com informações do jornal A Tarde

"O povo de Campo Alegre de Lourdes é testemunha de que o novo sistema de abastecimento já funciona há dois anos, uma obra de R$ 80 milhões que teve a assinatura da presidente Dilma Rousseff. Essa situação é tão esdrúxula que precisa ser devidamente punida. O presidente não pode gastar tanto dinheiro com uma comitiva oficial pra fazer uma inauguração fake", complementou. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email