Lançada a Frente Parlamentar em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato

Na manhã desta sexta-feira (19) foi lançada na Assembleia Legislativa do Maranhão, a “Frente Parlamentar em Defesa Democracia e do Direito de Lula ser Candidato”; a Frente foi proposta pelo deputado Zé Inácio (PT) e contou com o imediato apoio dos seus pares, inclusive do presidente da Casa, o deputado Othelino Neto (PCdoB)

Na manhã desta sexta-feira (19) foi lançada na Assembleia Legislativa do Maranhão, a “Frente Parlamentar em Defesa Democracia e do Direito de Lula ser Candidato”; a Frente foi proposta pelo deputado Zé Inácio (PT) e contou com o imediato apoio dos seus pares, inclusive do presidente da Casa, o deputado Othelino Neto (PCdoB)
Na manhã desta sexta-feira (19) foi lançada na Assembleia Legislativa do Maranhão, a “Frente Parlamentar em Defesa Democracia e do Direito de Lula ser Candidato”; a Frente foi proposta pelo deputado Zé Inácio (PT) e contou com o imediato apoio dos seus pares, inclusive do presidente da Casa, o deputado Othelino Neto (PCdoB) (Foto: Charles Nisz)

Maranhão 247 - Num ato inédito em termos dos parlamentos estaduais no país, foi lançada, na manhã desta sexta-feira, 19, na Assembleia Legislativa do Maranhão, a “Frente Parlamentar em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato”.

A Frente foi proposta pelo deputado Zé Inácio (PT) e contou com o imediato apoio dos seus pares, inclusive do presidente da Casa, o deputado Othelino Neto (PCdoB), que deu todo apoio ao ato.

Vários deputados, líderes partidários, ex-parlamentares, lideranças sindicais e dos movimentos sociais prestigiaram o evento e elogiaram a decisão do presidente Othelino Neto em aderir ao movimento em defesa do direito de Lula ser candidato a presidente.

Para o deputado Zé Inácio, o momento é de grave ameaça à democracia uma vez que, a na sua avaliação, a Justiça não pode dizer quem deve ou não ser candidato, ainda mais condenando alguém sem provas concretas e definitivas como é caso do famigerado triplex atribuído a Lula .

"O momento é de grave ameaça à democracia e aos direitos individuais dos cidadãos. Entendemos que Justiça deve julgar em cima de provas concretas e não de ilações, indícios e intuições. Em relação a esse julgamento do companheiro Lula no dia 24 pela Justiça Federal, em Porto Alegre, estamos convictos de não há nada de provas definitivas e claras que podem condenar o ex-presidente. Trata-se, sim, de um julgamento político", assegurou o parlamentar.

Já o presidente Othelino Neto, considera que a candidatura de Lula é importante não somente para a democracia, mas para o debate sobre o pais neste momento de grave crise causada, na opinião do deputado, pelo impeachment da Dilma.

"A candidatura de Lula é importante para a democracia, mas não somente isso. Ela representa uma ótima oportunidade para o debate sobre o país neste momento de grave crise econômica e política, cuja origem está no processo que culminou na cassação da presidente Dilma", avaliou Othelino Neto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247