Lula e Camilo Santana são os que mais influenciam o voto em Fortaleza

De acordo com o levantamento do Ibope, 33% dos eleitores de Fortaleza responderam que aumentaria muito a chance de votarem em um candidato apoiado pelo ex-presidente Lula. É o maior índice de influência nos votos constatado pelo instituto. Ao todo, 20% afirmaram que subiria muito esta chance caso o candidato seja apoiado pelo governador Camilo Santana

Governador Camilo Santana e o ex-presidente Lula
Governador Camilo Santana e o ex-presidente Lula (Foto: Heinrich Aikawa / Instituto Lula)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pesquisa realizada pelo Ibope em Fortaleza (CE) entre os dias 12 e 14 deste mês aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), são os dois políticos que mais aumentam as chances de os eleitores votarem em uma candidatura à prefeitura da capital. 

De acordo com o levantamento, 33% dos eleitores responderam que aumentaria muito a chance de votarem em um postulante apoiado por Lula. É o maior índice de influência nos votos constatado pelo Ibope. Ao todo, 20% dos eleitores ouvidos pelo instituto afirmaram que subiria muito esta chance caso o candidato seja apoiado pelo chefe do Executivo estadual. 

O poder de influência de Jair Bolsonaro ficou com 14%, empatando com o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), também indicado por 14% dos entrevistados. O atual prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, teve 18%.

Foram entrevistados 602 eleitores. A pesquisa foi encomendada pela TV Verdes Mares e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número CE-05307/2020.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247