MA foi o segundo estado que mais criou empregos no Nordeste

O Maranhão foi a unidade federativa que mais criou empregos com carteira assinada em 2017 no Nordeste; na soma de contratações e desligamentos, o Nordeste perdeu 14.424 vagas no ano passado; o estado criou 1.221 novos postos formais, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho

O Maranhão foi a unidade federativa que mais criou empregos com carteira assinada em 2017 no Nordeste; na soma de contratações e desligamentos, o Nordeste perdeu 14.424 vagas no ano passado; o estado criou 1.221 novos postos formais, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho
O Maranhão foi a unidade federativa que mais criou empregos com carteira assinada em 2017 no Nordeste; na soma de contratações e desligamentos, o Nordeste perdeu 14.424 vagas no ano passado; o estado criou 1.221 novos postos formais, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho (Foto: Leonardo Lucena)

Maranhão 247 - O Maranhão foi a unidade federativa que mais criou empregos com carteira assinada em 2017 no Nordeste. Na soma de contratações e desligamentos, o Nordeste perdeu 14.424 vagas no ano passado.

O estado criou 1.221 novos postos formais, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

Na comparação com o Brasil, o Maranhão também destoa, já que o país fechou 20.832 postos em 2017.

No Nordeste, apenas o Piauí criou mais vagas com carteira assinada que o Maranhão.

“E 2018 será ainda melhor. Resultado do crescimento de investimentos públicos e privados”, afirmou o governador Flávio Dino.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247