MA tem 32 casos de microcefalia, diz SES

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que, diante do novo cenário onde o Ministério da Saúde (MS) altera a medida do Perímetro Cefálico (PC) de recém-nascidos de 33 cm para 32 cm, dos 38 casos anteriormente diagnosticados de bebês com microcefalia, seis foram descartados por apresentarem PC inferior à primeira medida estabelecida pelo ministério (33 cm); dos casos descartados, quatro foram de São Luís e dois de Imperatriz; assim, a SES confirma 32 casos de bebês com microcefalia; o MS já havia confirmado a relação entre o vírus Zika, cujo transmissor é o Aedes Aegypti, e os casos de microcefalia na Região Nordeste do País

dengue
dengue (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Maranhão 247 - A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que, diante do novo cenário onde o Ministério da Saúde (MS) altera a medida do Perímetro Cefálico (PC) de recém-nascidos de 33 centímetros (cm) para 32 cm, dos 38 casos anteriormente diagnosticados de bebês com microcefalia, seis foram descartados por apresentarem PC inferior à primeira medida estabelecida pelo ministério (33 cm). Dos casos descartados, quatro foram de São Luís e dois de Imperatriz.

Assim, a SES confirma 32 casos de bebês com microcefalia. Desse total, nove mães tiveram Zika Vírus durante a gestação, estando os demais casos sob investigação. Dentre os casos apresentados, um óbito ocorreu em São José de Ribamar.

Os casos ocorreram nos municípios de Coroatá (1), São Francisco do Brejão (1), Buriticupu (4), São José de Ribamar (1), Barra do Corda (1), Dom Pedro (1), São Luís (7), Santa Inês (2), Caxias (1), Imperatriz (2), Chapadinha (1), Urbano Santos (1), Açailândia (1), Davinópolis (1), São João dos Patos (1), Codó (1), São Domingos do Azeitão (1), Axixá (1), Pio XII (1), Santa Rita (1) e Dom Elizeu – PA (1). O município de Dom Elizeu fica no Estado do Pará, porém a criança nasceu em Imperatriz. Portanto, o bebê entra no quantitativo de casos maranhenses.

O que é microcefalia?

É uma condição neurológica em que a cabeça do recém-nascido é menor quando comparada ao padrão considerado adequado. Neste caso, os bebês com essa malformação congênita nascem com um perímetro cefálico menor do que o normal. Em geral, a malformação congênita está associada a uma série de fatores de diferentes origens. Pode ser o uso de substâncias químicas durante a gravidez, como drogas, contaminação por radiação e infeccção por agentes biológicos, como bactérias, vírus e radiação.

No dia 28 de novembro, o Ministério da Saúde confirmou que existe relação entre o vírus Zika e os casos de microcefalia na Região Nordeste do país. Segundo nota divulgada pela pasta, exames feitos em um bebê nascido no Ceará com microcefalia e outras malformações congênitas revelaram a presença do vírus em amostras de sangue e tecidos.

*Com Agência Brasil

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247