Mais de 30 PMs são presos no Ceará por não atenderem a chamado para atuar no Carnaval

Grupo de 37 policiais detidos participam de motim no Estado e estavam escalados para atuar em 19 localidades do interior do estado durante o feriado

Policiais são afastados no Ceará
Policiais são afastados no Ceará (Foto: Fabiane de Paula/SVM)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Militar do Estado do Ceará prendeu 37 PMs neste domingo 23 por não se apresentarem para trabalhar na segurança em festas de Carnaval. Eles estavam escalados para atuar em 19 localidades do interior cearense durante o feriado. 

Com as prisões deste domingo, somam-se 41 PMs presos desde o início do motim que acontece no Estado. Os agentes presos são considerados desertores da corporação, informa reportagem do jornal O Povo, do Ceará.

A deserção - quando o militar deixa de apresentar-se na força em que serve - prevê pena de detenção de até três meses. As prisões acontecem desde as 16 horas deste domingo.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os 37 agentes fazem parte da lista de deserções que inclui 61 policiais militares que tiveram nomes publicados em Boletim do Comando Geral. 

Na quarta-feira 19, integrantes do motim balearam o senador Cid Gomes, que tentou enfrentar o grupo amotinado em um batalhão em Sobral dirigindo uma retroescavadeira. Ele teve alta hoje após cinco dias internado e ficará com balas alojadas no corpo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247