Ministro Rogério Marinho viaja ao Ceará após rompimento de duto em barragem de Jati

A barragem faz parte do Eixo Norte da transposição do rio São Francisco. Duas mil pessoas tiveram que ser evacuadas

Rogério Marinho
Rogério Marinho (Foto: Adriano Machado/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, disse estar a caminho neste sábado da barragem de Jati, no Ceará, após um vazamento ter ocorrido em um duto da estrutura na véspera, provocando a evacuação dos moradores das proximidades.

A barragem faz parte do Eixo Norte da transposição do rio São Francisco.

“Como a prioridade é zelar pelas vidas e garantir a segurança da população em primeiro lugar, o Ministério do Desenvolvimento Regional decidiu evacuar as cerca de 2 mil pessoas residentes no raio de 2 km da Barragem de Jati, na noite de ontem e nesta madrugada”, escreveu Marinho em seu Twitter.

“A medida seguiu o Plano de Ação Emergencial (PAE) elaborado para a estrutura. Com o apoio do MDR e das Defesas Civis nacional, estadual e municipal, essas famílias foram levadas para alojamentos na região ou para casas de parentes e amigos até que sejam feitas todas as avaliações”, completou.

Marinho afirmou que equipes técnicas da pasta já estão no local. O vazamento ocorreu na tarde de sexta-feira e, apesar de ele ter sido contido em poucas horas, existia dificuldade de avaliação técnica por conta da falta de iluminação, disse o ministro.

Segundo o ministro, trabalhos de manutenção já foram iniciados e os testes operacionais no Cinturão das Águas do Ceará (CAC) estão mantidos, acrescentou ele.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247