Monteiro: “Aliança do PT com o PMDB ficou mais fácil”

Dirigente petista diz que com o acerto do pré-candidato do PCdoB, Flávio Dino, ex-presidente da Embratur, com o PSDB de Aécio Neves na semana passada, deve "facilitar" o caminho dos petistas rumo à reedição da aliança com os peemedebistas no Maranhão; Raimundo Monteiro confirmou para o próximo fim de semana, dias 25 e 26, o encontro do Diretório Estadual que definirá tática eleitoral da legenda para o pleito deste ano

Dirigente petista diz que com o acerto do pré-candidato do PCdoB, Flávio Dino, ex-presidente da Embratur, com o PSDB de Aécio Neves na semana passada, deve "facilitar" o caminho dos petistas rumo à reedição da aliança com os peemedebistas no Maranhão; Raimundo Monteiro confirmou para o próximo fim de semana, dias 25 e 26, o encontro do Diretório Estadual que definirá tática eleitoral da legenda para o pleito deste ano
Dirigente petista diz que com o acerto do pré-candidato do PCdoB, Flávio Dino, ex-presidente da Embratur, com o PSDB de Aécio Neves na semana passada, deve "facilitar" o caminho dos petistas rumo à reedição da aliança com os peemedebistas no Maranhão; Raimundo Monteiro confirmou para o próximo fim de semana, dias 25 e 26, o encontro do Diretório Estadual que definirá tática eleitoral da legenda para o pleito deste ano (Foto: Itevaldo Junior)

Maranhão 247 - O presidente estadual PT, Raimundo Monteiro declarou, em entrevista ao jornal O Estado do Maranhão, que a aproximação do pré-candidato do PCdoB ao governo, Flávio Dino, ao PSDB - oficializada semana passada em Brasília num encontro com o senador Aécio Neves - deve "facilitar" o caminho dos petistas rumo à reedição da aliança com o PMDB no Maranhão.
Para o dirigente, mesmo os membros do partido que recentemente realizaram ato pró-Flávio Dino agora não têm mais condições de defender a tese de aliança com a oposição maranhense.
"Não há a possibilidade de o PT estar no mesmo palanque de uma chapa em que esteja também o PSDB. Isso com certeza facilita o nosso projeto de manter a aliança com o PMDB", declarou,
Segundo Monteiro, a intenção do partido segue sendo a de indicar o candidato a vice-governador na chapa do pré-candidato a governador pelo PMDB, senador Edison Lobão Filho.
"Isso é algo que está acertado há muito tempo e nosso grupo segue trabalhando para indicar o candidato à vice", declarou. Atualmente, disputam a indicação José Costa e José Antônio Heluy.
O dirigente petista confirmou para o próximo fim de semana, dias 25 e 26, o encontro do Diretório Estadual que definirá tática eleitoral da legenda para o pleito deste ano.
Segundo ele, mesmo com a quase certa reedição da aliança com o PMDB, os dirigentes precisam decidir em votação todas as teses ainda defendidas.
"Inicialmente, teremos que decidir entre as teses de candidatura própria e aliança. Como a tendência é que a tese de aliança seja a vencedora, depois decidiremos com quem será a aliança", completou Monteiro.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247