Óleo espalhado nas praias do Nordeste pode ser de navio alemão da 2ª Guerra

Um navio alemão bombardeado por tropas americanas durante a II Guerra Mundial pode estar na origem das manchas misteriosas de petróleo que se alastraram pelo litoral nordestino. Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Federal do Ceará pode desvendar as causas do recente desastre ambiental

247 - Um navio alemão bombardeado por tropas americanas durante a II Guerra Mundial pode estar na origem das manchas misteriosas de petróleo que se alastraram pelo litoral nordestino. Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Federal do Ceará pode desvendar as causas do recente desastre ambiental.

A reportagem da revista Fórum destaca que "nas caixas analisadas tinham inscrições de um que cargueiro vinha da Indochina Francesa, território dominado pelos japoneses durante o período de conflito, que, juntamente com aliados alemães e italianos. De acordo com as informações do banco de dados americano sobre naufrágios no Atlântico Sul durante a Segunda Guerra, a embarcação, afundada em 1944, transportava borracha bruta – que seria o material encontrado nas praias."

A matéria ainda acrescenta que "diante desses fatos, foi levantada uma hipótese de que o mesmo navio possa ser origem das manchas de óleo nas praias. Uma das justificativas é a rota feita pelas caixas que é semelhante a feita pelas manchas de óleo. Para fazer novos estudos que possam comprovar a indicação, os cientistas estão coletando amostras do óleo em praias cearenses que serão enviadas para os Estados Unidos, onde serão analisadas para determinar pontos como característica, idade e origem geográfica do material."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247