PF faz operação no Recife e em Jaboatão dos Guararapes contra fraudes no combate à Covid-19

Operação Desumano, deflagrada nesta quarta-feira (16) pela Polícia Federal, apura supostas irregularidades da ordem de R$ 57 milhões em contratos relacionados ao combate à Covid-19 firmados pelas prefeituras do Recife e de Jaboatão dos Guararapes

Polícia Federal
Polícia Federal (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Agentes da Polícia Federal em Pernambuco deflagraram nesta quarta-feira (16) a Operação Desumano, que apura supostas irregularidades em contratos relacionados ao combate à Covid-19 firmados pelas prefeituras do Recife e de Jaboatão dos Guararapes. os contratos sob suspeita somam cerca de R$ 57 milhões. 

Segundo reportagem do G1, foram emitidos outros 21 mandados de busca e um empresário foi preso temporariamente por cinco dias. De acordo com a PF, a organização social de saúde (OSS), que presta serviços para os dois municípios, não teria estrutura para realizar os serviços terceirizados, que foram contratados com recursos oriundos do Ministério da Saúde. 

Ainda conforme a reportagem, o valor do contrato firmado sem licitação pela Prefeitura do Recife foi de R$ 34.028.654,07 e o de Jaboatão dos Guararapes, teria sido da ordem de R$ 23.740.308,84, apontou a investigação.

 A prefeitura do Recife negou, em nota, a existência de irregularidades e afirmou que o Instituto Humanize de Assistência e Responsabilidade Social atuou na  pela gestão do hospital de campanha no bairro da Imbiribeira, que funcionou por cinco meses. A prefeitura de Jaboatão não se pronunciou sobre a operação. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247