PF investiga suspeita de desvio de dinheiro destinado ao enfrentamento da pandemia na Paraíba

Operação da Polícia Federal apura a suspeita de desvio de recursos destinados à compra de livros pela prefeitura de Aroreiras para divulgar informações sobre o coronavírus e ajudar a combater a pandemia de Covid-19.Superfaturamento passaria de R$ 48 mil

(Foto: REUTERS/Nacho Doce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Eduardo Simões, Reuters - A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira uma operação de combate a desvio de recursos destinados à compra de livros pela prefeitura de Aroreiras (PB) para divulgar informações sobre o coronavírus e ajudar a combater a pandemia de Covid-19.

De acordo com a PF, a compra dos livros foi feita sem licitação e com dinheiro do Fundo Nacional de Saúde. Três mandados de busca e apreensão foram emitidos para a casa do investigado, que não teve o nome revelado; uma empresa e para a prefeitura de Aroeiras.

A operação foi feita em conjunto com o Ministério Público Federal, o Ministério Público do Estado da Paraíba, Controladoria-Geral da União (CGU) e Tribunal de Contas da Paraíba.

“Restou demonstrado que livros e cartilhas similares estão disponibilizadas gratuitamente na página do Ministério da Saúde na internet. Ademais, a CGU apontou que um dos livros foi adquirido pelo município cerca de 330% acima do valor comercializado na internet, o que ocasionou um superfaturamento correspondente a 48.272,00 reais”, disse a PF em comunicado.

Segundo a Polícia Federal, os investigados podem responder pelos crimes de inexigibilidade indevida de licitação e peculato. As penas somadas podem chegar a 18 anos de prisão, de acordo com a PF.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247