Polícia mata oitavo irmão de família de ciganos acusados pela morte de policiais em Vitória da Conquista

Lindomar Silva faz parte da família que seria responsável pelo assassinato de dois policiais militares no último dia 13

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Morreu na manhã desta sexta-feira (30), em um confronto com policiais da 34ª CIPM/Brumado e CIPE Sudoeste, Lindomar Silva, 32 anos. O caso ocorreu na zona rural de Anagé.

Lindomar Silva é filho do cigano Rodrigo Silva Matos e irmão de outros sete mortos recentemente. A família é apontada como responsável pelos assassinatos de dois policiais militares em José Gonçalves, Vitória da Conquista, no último dia 13.

Institutos e associações de defesa de ciganos emitiram notas manifestando preocupação pela perseguição sofrida pela etnia. “Uma comunidade inteira não pode pagar por crimes de alguns de seus membros. Assim, exigimos que todos os órgãos públicos e de direitos humanos interfiram imediatamente nesta situação, garantindo o direito à vida de todos os ciganos que moram em Vitória da Conquista e cidades do Estado da Bahia”, manifestou o Instituto Cigano do Brasil (ICB).

PUBLICIDADE

A polícia afirma que Lindomar foi socorrido e chegou com vida a unidade de saúde mais próxima, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A corporação diz ainda que Lindomar tentava invadir residências e foi denunciado por moradores locais.

Ele portavaum revólver calibre 38, munições e uma faca.

PUBLICIDADE

Outros três ciganos teriam atacado com tiros equipes das polícias. O grupo estaria com a pistola do soldado Robson Brito de Matos, que sumiu após sua morte.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email