'Povo sairá às ruas pelo Lula Livre quando associar sua ausência à falta de programas sociais', diz Wellington Dias

Para o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), população só vai encampar o 'Lula Livre' se associar a ausência do ex-presidente à falta de programas sociais, como o Mais Médicos, Agricultura Familiar, Minha Casa, Minha Vida; “Vamos ter de parar de acreditar que vamos resolver tudo no celular, nas redes sociais”, disse

Dayane Santos, 247 - Num bate-papo com jornalistas e blogueiros, no Centro de Mídia Alternativa Barão de Itararé, em São Paulo, no último dia (18), o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), destacou os avanços promovidos ao longo de quatro mandatos e falou sobre a conjuntura política.. 

Ele destacou a importância de ampliar a resistência numa frente ampla em defesa da democracia e reforçou que é preciso criar uma pauta voltada para os interesses do povo para fortalecer a mobilização popular. “Vamos ter de parar de acreditar que vamos resolver tudo no celular, nas redes sociais”, advertiu. “É necessário que a gente se volte para a pauta do Brasil. Não dá para nos limitarmos a dois, três. No principal, tem muita convergência”, disse.

O governador defendeu a construção de uma agenda que unifique as diversas forças, tendo a defesa da democracia e da Constituição elos centrais. Para ele, não se pode "perder ninguém". “Vamos ter que nos juntar com pessoas com quem temos divergência”, disse ele, comparando o período da redemocratização, que tinha como bandeira principal a anisitia que, segundo ele, só ganhou força, depois que foram incluídas outras bandeiras, como Diretas Já.

De acordo com Wellington Dias, a situação se assemelha com a luta contra a prisão arbitrária do ex-presidente Lula. “É muito importante a campanha do ‘Lula Livre’. E mais importante se ela for casada com a pauta do povo”, destaca.

Para o governador piauiense, a população só vai encampar a campanha pelo Lula Livre se associar a ausência de Lula à falta de programas sociais, como o Mais Médicos, Agricultura Familiar, Minha Casa Minha Vida, ou particularmente ao Nordeste , a paralisação da Transnordestina. “Se não tivermos capacidade de grandes mobilizações, dificilmente a gente tira o presidente Lula. E ele também acredita nisso”, reforçou.

Consórcio

Segundo ele, os governadores do Nordeste tem buscado o caminho da construção de convergências, o que resultou no chamado Consórcio Nordeste, com parcerias em projetos, políticos, econômicos e sociais.

Wellignton frisou que no Consórcio, nove governandores se uniram em defesa da liberdade de Lula e foram unânimes no repúdio a política de flexibilização do porte e posse de armas de Jair Bolsonaro.

Ele destacou que a aliança em torno de pautas convergentes já rendeu resultados. O Consórcio Nordeste conseguiu, a partir da parceria entre os estados, promover uma queda nos indicadores de violência neste início de ano. “O Consórcio permite que a gente pare de trabalhar um estado como se fosse concorrente do outro”, reforça.

Ele disse que um dos próximos passos dos governadores é garantir um fundo de desenvolvimento regional. “Nós temos que defender essa política do incentivo fiscal. Meu estado abre mão de R$ 600 milhões por ano em favor de empresas, porque senão não vai ter nenhuma empresa lá. Então, o que está colocado é: nos próximos 10 anos, a empresa que tem 100% de incentivo vai ter 90, 80, 70, até zerar. E esse dinheiro vai formar um fundo de desenvolvimento regional”, explicou.

Piauí

“Todos sabem que o Piauí entrou no século 21 como patinho feio do Brasil”, afirma o governador lembranedo que o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado estava em 0,4. "Este ano em 0,7", completa.   Outra área que ele destaca é a educação. Segundo ele, todos os municípios possuem ensino profissional e 182 dos 224 contam com ensino superior, sendo 72% das vagas destinadass a alunos da rede pública. "E estamos caminhando para a pós-graduação", disse.

O número de escolas de ensino médio se multiplicou e o total de pessoas com esse grau de escolaridade saltou de 400 mil para 1,2 milhão.

Conheça a TV 247

Mais de Nordeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247