Prefeitura de Salvador anuncia fechamento de praias, quadras e clubes para conter a Covid-19

De acordo com anúncio do prefeito Bruno Reis, as praias voltarão a ser fechadas por ao menos sete dias na capital baiana

Praia do Porto da Barra, em Salvador (BA)
Praia do Porto da Barra, em Salvador (BA) (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Prefeitura de Salvador, comandada por Bruno Reis (DEM), anunciou nesta segunda-feira (22) novas medidas para complementar o novo toque de recolher determinado pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT). As praias voltarão a ser fechadas por ao menos sete dias na capital baiana. O fechamento será a partir da quarta-feira (24). Clubes sociais também voltarão a ser fechados na quarta.

A partir de terça-feira (23), todos os campos e quadras da cidade. As medidas também serão válidas por sete dias, e podem ser prorrogadas.

"Nem eu e nem o governador, hesitaremos em fechar tudo e desativar a segunda fase e primeira fase, se houve risco de colapso. O risco existe e está aí", disse o prefeito Bruno Reis.

Em entrevista à TV 247, o governador Rui Costa relatou, no último dia 12, a necessidade de aquisição das doses de vacina contra a Covid-19. O chefe do Executivo cobrou mais velocidade da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e disse haver "má vontade" da instituição. 

"Nós temos possibilidade de 10 milhões no curtíssimo prazo de vacinas chegarem e serem distribuídas, o que faria uma grande diferença para vacinarmos em larga escala", disse.

Inscreva-se na TV 247, seja membro, e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email