Presidente dividiu o país entre democratas e bolsonaristas, avalia deputado

“As atitudes do presidente e seu séquito, incluindo milicianos tradicionais e sicários cibernéticos, afrontam a democracia brasileira e constituem uma grave ameaça à segurança institucional do país", diz o vice-líder do PCdoB, Márcio Jerry

(Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)

247 - O vice-líder do PCdoB na Câmara, deputado Márcio Jerry (MA), afirmou nesta terça-feira, 23, que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) dividiu o país entre democratas e bolsonaritas ao pregar o clima de ódio e intolerância no país.  

“Bolsonaro substitui a civilidade necessária ao convívio democrático pelo pugilato de boçalidades. É uma forma de erguer, a todo instante, cortina de fumaça e ao mesmo tempo mobilizar os sectários”, disse o deputado.  

O Maranhão ganhou as manchetes do jornais de todo o Brasil e até de veículos internacionais após Bolsonaro generalizar os governadores do Nordeste chamando-os de “paraíbas”, e dizer também que o pior deles é justamente Flávio Dino, atual governador do Estado.  

“As atitudes do presidente e seu séquito, incluindo milicianos tradicionais e sicários cibernéticos, afrontam a democracia brasileira e constituem uma grave ameaça à segurança institucional do país. Cada vez mais o próprio estabelece que ou se está com a democracia ou com Bolsonaro, e isso é muito grave”, completou Marcio Jerry.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247