PT denuncia violência transfóbica contra candidata do partido no MA

De acordo com o Partido dos Trabalhadores, o candidato à vice-prefeito em Santa Filomena Cícero Bola (PCdoB) afirmou que a candidata a vereadora Lanna Mel (PT), transexual, é "um rapaz que ninguém sabe se é homem ou se é mulher". Os ataques teriam incitado agressões físicas por três homens

PT se solidariza com candidata transexual alvo de ataques no Maranhão
PT se solidariza com candidata transexual alvo de ataques no Maranhão (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - As Secretarias Nacionais de Mulheres e LGBT do PT publicaram nessa sexta-feira (30) uma nota de repúdio, para denunciar um caso de violência transfóbica contra Lanna Mel, ativista e candidata à vereadora em Santa Filomena, cidade da região central do Maranhão. 

De acordo com o Partido dos Trabalhadores, o candidato à vice-prefeito Cícero Bola (PCdoB), que compõe a chapa do atual chefe do Executivo municipal - Idan Torres (PDT) -, agrediu vervalmente verbais contra Lanna durante comício, desrespeitando sua identidade de gênero e questionando a legitimidade da campanha da ativista.

Na ocasião, ele disse que a candidata é "um rapaz que ninguém sabe se é homem ou se é mulher". Os ataques teriam incitado agressões físicas por três homens, no mesmo dia.

Segundo a legenda, Lanna "já fez exame de corpo delito, porém vem sofrendo ameaças daqueles que não querem que ela continue sua campanha". 

"Não iremos nos calar diante do crime cometido por Cícero e pelos demais, pois o ódio pode não aceitar mas homofobia e transfobia são crimes reconhecidos como tal pelo Supremo Tribunal Federal. A Secretaria Nacional LGBT do PT irá acompanhar o caso e presta toda sua solidariedade a Lanna Mel", diz trecho da nota.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247