Roseana deixou 86% das escolas inacabadas

Um levantamento feito pela Secretaria de Educação do Maranhão identificou que, embora o governo Roseana Sarney tenha recebido R$ 220 milhões do BNDES para reforma, ampliação e construção de 124 escolas, a peemedebista aplicou 13,71% do total; Roseana deixou 107 obras inacabadas, ou seja, somente 17 foram concluídas; ironicamente, uma das escolas em estado precário e com a reforma inacabada, por ironia do destino, chama-se Roseana Sarney Murad

Um levantamento feito pela Secretaria de Educação do Maranhão identificou que, embora o governo Roseana Sarney tenha recebido R$ 220 milhões do BNDES para reforma, ampliação e construção de 124 escolas, a peemedebista aplicou 13,71% do total; Roseana deixou 107 obras inacabadas, ou seja, somente 17 foram concluídas; ironicamente, uma das escolas em estado precário e com a reforma inacabada, por ironia do destino, chama-se Roseana Sarney Murad
Um levantamento feito pela Secretaria de Educação do Maranhão identificou que, embora o governo Roseana Sarney tenha recebido R$ 220 milhões do BNDES para reforma, ampliação e construção de 124 escolas, a peemedebista aplicou 13,71% do total; Roseana deixou 107 obras inacabadas, ou seja, somente 17 foram concluídas; ironicamente, uma das escolas em estado precário e com a reforma inacabada, por ironia do destino, chama-se Roseana Sarney Murad (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Maranhão 247 – Um levantamento feito pela Secretaria de Educação do Maranhão identificou que, embora o governo Roseana Sarney tenha recebido R$ 220 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para reforma, ampliação e construção de 124 escolas, a peemedebista aplicou 13,71% do total.

Segundo a coluna de Lauro Jardim, de Veja, Roseana deixou 107 obras inacabadas, ou seja, somente 17 foram concluídas. Ironicamente, uma das escolas em estado precário e com a reforma inacabada, por ironia do destino, chama-se Roseana Sarney Murad.

O governo Roseana deixou um rombo de R$ 1,105 bilhão nos cofres do governo do Maranhão. O saldo bancário deixado em caixa pelo governo anterior foi de apenas R$ 24 milhões de reais.

O valor da dívida deixada por Roseana, de 1,1 bilhão, o que equivale a quase 10% do orçamento geral para 2015, conforme balanço apresentado pela equipe do governador Flávio Dino (PC do B), em janeiro.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247