São Luís terá comitê para desenvolver as favelas

O governador do Maranhão, Flávio Dino, e equipe formada pelas pastas de Comunicação e Assuntos Políticos, Juventude e Educação receberam a visita do presidente global da Central Única das Favelas (CUFA), Preto Zezé; o encontro, realizado no Palácio dos Leões, resultou na formação do comitê permanente para desenvolvimento de agenda positiva nas favelas da região metropolitana de São Luís; o objetivo do comitê é traçar estratégias para a promoção de ações sociais em áreas carentes da Grande Ilha

O governador do Maranhão, Flávio Dino, e equipe formada pelas pastas de Comunicação e Assuntos Políticos, Juventude e Educação receberam a visita do presidente global da Central Única das Favelas (CUFA), Preto Zezé; o encontro, realizado no Palácio dos Leões, resultou na formação do comitê permanente para desenvolvimento de agenda positiva nas favelas da região metropolitana de São Luís; o objetivo do comitê é traçar estratégias para a promoção de ações sociais em áreas carentes da Grande Ilha
O governador do Maranhão, Flávio Dino, e equipe formada pelas pastas de Comunicação e Assuntos Políticos, Juventude e Educação receberam a visita do presidente global da Central Única das Favelas (CUFA), Preto Zezé; o encontro, realizado no Palácio dos Leões, resultou na formação do comitê permanente para desenvolvimento de agenda positiva nas favelas da região metropolitana de São Luís; o objetivo do comitê é traçar estratégias para a promoção de ações sociais em áreas carentes da Grande Ilha (Foto: Leonardo Lucena)

O governador do Maranhão, Flávio Dino, e equipe formada pelas pastas de Comunicação e Assuntos Políticos, Juventude e Educação receberam, nessa segunda-feira (13), a visita do presidente global da Central Única das Favelas (CUFA), Preto Zezé. O encontro, realizado às 18h no Palácio dos Leões, resultou na formação do comitê permanente para desenvolvimento de agenda positiva nas favelas da região metropolitana de São Luís. O objetivo do comitê é traçar estratégias para a promoção de ações sociais em áreas carentes da Grande Ilha.

O comitê permanente para desenvolvimento das favelas será formado pelo Governo do Estado em parceria com a CUFA. A articulação do governo no comitê envolverá as secretarias de Juventude, Educação, Esporte e Lazer, Cultura e Turismo, e de Comunicação e Assuntos Políticos.

“Vamos constituir um grupo dentro do governo e junto com a CUFA, para articular um trabalho permanente em algumas regiões da cidade”, disse o secretário de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry. Segundo ele, as regiões do Polo Coroadinho e Divineia/Vila Luizão serão as primeiras beneficiadas. “O trabalho será voltado ao empreendedorismo, à educação, ao esporte e a cultura, para uma presença mais forte, permanente e intensa das políticas públicas do Governo do Maranhão em áreas carentes”, frisou Jerry.

Para o presidente global da CUFA, Preto Zezé, o comitê irá trazer grandes avanços no desenvolvimento de políticas públicas em favelas da região metropolitana. “Fiquei muito impactado com a disposição do governador em construir uma agenda comum de trabalho nas favelas de São Luís, e com certeza essa parceria vai inspirar o Brasil e o mundo”, disse Preto Zezé.

Além do governador, do presidente global da CUFA e do secretário de estado de Comunicação e Assuntos Políticos, estiverem presentes no encontro a secretária de Estado da Juventude, Tatiana Pereira, o secretário-adjunto de Assuntos Jurídicos da Secretária de Estado da Educação (Seduc), Daniel Carvalho, e a presidente nacional da União de Negros Pela Igualdade (Unegro), Ângela Guimarães. A próxima reunião do comitê está marcada para esta terça-feira (14), quando os representantes das secretarias e a organização da CUFA irão traçar estratégias e estabelecer um calendário de ações.

A CUFA é uma organização brasileira reconhecida mundialmente na promoção de atividades nas áreas de educação, lazer, esportes, cultura e cidadania. Foi fundada em 1999 no Rio de Janeiro, a partir da união de jovens de várias favelas. Atualmente, a Central Única das Favelas está presente no Distrito Federal e em 27 estados brasileiros, incluindo o Maranhão. A organização atua, ainda, em países estrangeiros como Bolívia, Alemanha, Chile, Hungria, Itália e Estados Unidos.

Fonte: Ascom

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247