Zé Neto defende retomada do BNDES no financiamento à indústria nacional

Para o vice-líder do PT na Câmara, deputado Zé Neto, o governo Jair Bolsonaro comete um equívoco ao direcionar o banco apenas ao fomento de projetos de infraestrutura, indo na contramão de bancos semelhantes espalhados pelo mundo, que se voltam para o aumento da produtividade, inovação e internacionalização de empresas

(Foto: Gabriel Paiva)

247 - O vice-líder do PT na Câmara, deputado Zé Neto (BA), defendeu nesta quarta-feira (11) a retomada do papel do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) como financiador de políticas de apoio a empresas nacionais, de modo a estimular o crescimento econômico no País, com geração de empregos e renda.

Segundo ele, o governo Jair Bolsonaro comete um equívoco ao direcionar o banco apenas ao fomento de projetos de infraestrutura, indo na contramão de bancos semelhantes espalhados pelo mundo, que se voltam para o aumento da produtividade, inovação e internacionalização de empresas.

“O nível de desemprego está associado a aumento da informalidade e estagnação do rendimento médio real habitual na economia”, assinalou, lembrando que em particular a indústria brasileira requer atenção. O setor, segundo ele, reduziu sua participação no PIB de 27% em 1985 para cerca de 11% em 2019.

“A desindustrialização brasileira compromete o resultado agregado da economia”, alertou Zé Neto.  Ele lembrou que uma questão central para o Brasil é o “imperativo de aumentar a produtividade e a agregação de valor”.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247