Alerj instaura CPI da Fetranspor

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj ) instaurou nesta quarta-feira (21) a CPI da Fetranspor, para apurar irregularidades no sistema de transporte do Rio de Janeiro; “Sabemos que as irregularidades prejudicam a população, com o sistema de transporte ruim e o aumento da tarifa muito acima da inflação”, denunciou deputado estadual Gilberto Palmares (PT-RJ), eleito vice-presidente da Comissão

Alerj
Alerj (Foto: Charles Nisz)

Rio 247 - A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj ) instaurou nesta quarta-feira (21) a CPI da Fetranspor, para apurar irregularidades no sistema de transporte do Rio de Janeiro. “Sabemos que as irregularidades prejudicam a população, com o sistema de transporte ruim e o aumento da tarifa muito acima da inflação”, denunciou deputado estadual Gilberto Palmares (PT-RJ), eleito vice-presidente da Comissão. Com larga experiência na questão da mobilidade urbana, Palmares foi presidente da CPI das Barcas em 2007, e é autor de diversos projetos e leis que visam melhorar o transporte público.

Na CPI, Palmares deixou claro que vai trabalhar para corrigir um privilégio da Fetranspor. “Temos que retirar da Fetranspor o poder de emitir, comercializar e distribuir o vale transporte/Rio Card. Os empresários de transportes não podem continuar defendendo seus próprios interesses em detrimento dos interesses da população. A administração do vale transporte deve estar a cargo de uma instituição pública e transparente”, explicou Palmares.

O vice-presidente Palmares enfatizou também que o texto da CPI é muito claro ao dizer que investiga irregularidades. "Crimes são irregularidades. Se for o caso, temos que investigar sim,", garantiu. O deputado disse, também, que os trabalhos da comissão não podem ficar restritos a Região Metropolitana do Rio. "Temos muitos problemas com transportes também no interior do estado e precisamos voltar os nossos olhos para isso", afirmou o parlamentar.

Outra preocupação do parlamentar é assegurar mais opções de transportes e melhorar a acessibilidades de idosos, estudantes e pessoas com dificuldades de locomoção. Nesta linha, Palmares é autor do projeto de lei 2539/17 que determina integração do Bilhete Único com barcas e VLT, além do PL 3302/2017, que garante ao usuário do Bilhete Único o direito de requerer os créditos não utilizados, seja em crédito ou em dinheiro.

Também são integrantes titulares da CPI os deputados, Eliomar Coelho, (PSOL), presidente da Comissão, Geraldo Pudim (PMDB) relator, Gustavo Tutuca (MDB), Martha Rocha (PDT), Milton Rangel (DEM) e Nivaldo Mulim (PR). Os suplentes serão os deputados Zito (PP), André Lazaroni (MDB), Dr. Deodalto (DEM), Flávio Serafini (PSol), Zeidan (PT), Flávio Bolsonaro (PSC) e Rosenverg Reis (MDB). Na próxima segunda-feira (26/02), às 14h, na sala 311 do Palácio Tiradentes, a Comissão irá se reunir para discutir o plano de trabalho elaborado pelo presidente da CPI.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247