Alunos temem presença de Suzane Von Richthofen em aulas de turismo

Além do medo da convivência com uma pessoa envolvida no assassinato da própria família, alunos também temem que a frequência de Suzane nas aulas desperte a atenção pública para o prédio

Suzane von Richthofen perde direito a três saídas temporárias da prisão
Suzane von Richthofen perde direito a três saídas temporárias da prisão (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Suzane Von Richthofen, presa pelo assassinato dos próprios pais, foi aprovada para estudar esse ano no campus do Instituto Federal Instituto Federal de Ciência, Tecnologia e Educação de São Paulo (IFSP) em Campos do Jordão, no curso de  de Gestão em Turismo. 

Segundo relatos da comunidade acadêmica do local ao jornal O Globo,  criou apreensão no local. 

"Pensei sobre o assunto o dia inteiro. Acredito na ressocialização quando a pessoa demonstra remorso e intenção de mudar. Não é o que vemos na Suzane em todos esses anos. A impressão que ela passa é a de que o assassinato dos pais foi algo corriqueiro e isso nos assusta — afirma um aluno de 27 anos que estuda no terceiro período do curso de turismo"

"As pessoas ficaram um pouco assustadas. A chegada dela vai atrair muita gente até o campus, curiosos da própria cidade e também da imprensa. E, para além de apenas vê-la, as pessoas podem querer impor algum tipo de represália a el diz o estudante.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247