Jefferson quer trocar todo o STF para impor o regime bolsonarista

Ex-deputado federal Roberto Jefferson, investigado pela PF no inquérito das fake news, defendeu a aposentadoria compulsória dos 11 ministros da Corte que, segundo ele, possuem "formação maoista, marxista"

PTB de Roberto Jefferson decide apoiar Bolsonaro no 2º turno
PTB de Roberto Jefferson decide apoiar Bolsonaro no 2º turno (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Luisa Fragão, Revista Fórum - Investigado pela Polícia Federal no inquérito das fake news, o ex-deputado federal, Roberto Jefferson, afirmou em entrevista à CNN Brasil nesta quarta-feira (27) que defende a aposentadoria compulsória dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo ele, a Corte possui formação “marxista” e não tem permitido que o avanço de pautas conservadoras do governo. “Eu to pedindo não o fechamento do STF, mas a aposentadoria compulsória dos 11 ministros de formação maoista, marxista”, disse.

“Isso não é um ato antidemocrático?”, questionou o apresentador Reinaldo Gottino. “Antidemocrático é o Supremo impedir que o presidente governe”, respondeu o ex-deputado.

Leia a íntegra na Fórum. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247