Angra avalia áreas de risco após temporal

A Defesa Civil de Angra dos Reis está avaliando os riscos de deslizamento e desabamento em quatro bairros do município, depois das chuvas intensas que atingiram a cidade do sul fluminense no último final de semana; de acordo com a assessoria de imprensa da Defesa Civil, 250 famílias ainda estão fora de suas casas no Parque Mambucaba, onde um rio transbordou; pelo menos 50 pessoas estão abrigadas na Escola Municipal Frei Bernardo; a expectativa é que as famílias possam retornar até o final do dia

A Defesa Civil de Angra dos Reis está avaliando os riscos de deslizamento e desabamento em quatro bairros do município, depois das chuvas intensas que atingiram a cidade do sul fluminense no último final de semana; de acordo com a assessoria de imprensa da Defesa Civil, 250 famílias ainda estão fora de suas casas no Parque Mambucaba, onde um rio transbordou; pelo menos 50 pessoas estão abrigadas na Escola Municipal Frei Bernardo; a expectativa é que as famílias possam retornar até o final do dia
A Defesa Civil de Angra dos Reis está avaliando os riscos de deslizamento e desabamento em quatro bairros do município, depois das chuvas intensas que atingiram a cidade do sul fluminense no último final de semana; de acordo com a assessoria de imprensa da Defesa Civil, 250 famílias ainda estão fora de suas casas no Parque Mambucaba, onde um rio transbordou; pelo menos 50 pessoas estão abrigadas na Escola Municipal Frei Bernardo; a expectativa é que as famílias possam retornar até o final do dia (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil

A Defesa Civil de Angra dos Reis está avaliando os riscos de deslizamento e desabamento em quatro bairros do município, depois das chuvas intensas que atingiram a cidade do sul fluminense no último final de semana. De acordo com a assessoria de imprensa da Defesa Civil, 250 famílias ainda estão fora de suas casas no Parque Mambucaba, onde um rio transbordou.

Pelo menos 50 pessoas estão abrigadas na Escola Municipal Frei Bernardo. Neste momento, engenheiros estão avaliando se as casas poderão ser liberadas. A expectativa é que as famílias possam retornar até o final do dia.

Já nos bairros do Frade, Sertãozinho do Frade e Santa Rita, houve risco de deslizamento de encostas. Várias famílias tiveram que deixar suas casas, mas muitas já retornaram. A Defesa Civil não sabe informar quantas pessoas estão em casas de parentes. Os engenheiros da prefeitura também estão avaliando o solo e os riscos de deslizamento nessas localidades.

Segundo a Defesa Civil, a previsão é que haja uma chuva forte, porém rápida, no final do dia.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247