Após condenação pelo STF, deputado Celso Jacob é preso em Brasília

Polícia Federal prendeu, no aeroporto de Brasília, o deputado federal Celso Jacob (PMDB-RJ); parlamentar foi condenado a cumprir pena de 7,2 anos de prisão em regime semiaberto pelos crimes de falsificação de documento público e dispensa de licitação fora das hipóteses previstas em lei quando era prefeito de Três Rios (RJ); apesar de ter sido condenado em 2006, o peemedebista recorreu em duas ocasiões; ministros da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), porém, avaliaram que os recursos eram meramente protelatórios e declararam o trânsito em julgado do processo

Deputado Celso Jacob (PMDB-RJ) é preso em Brasília
Deputado Celso Jacob (PMDB-RJ) é preso em Brasília (Foto: Paulo Emílio)

Rio 247 - A Polícia Federal prendeu, no início da tarde desta terça-feira (6), no aeroporto de Brasília o deputado federal Celso Jacob (PMDB-RJ). O parlamentar foi condenado a cumprir pena de 7,2 anos de prisão em regime semiaberto pelos crimes de falsificação de documento público e dispensa de licitação fora das hipóteses previstas em lei quando era prefeito de Três Rios (RJ).

A defesa, porém, alega que Celso Jacob atuou seguindo recomendações técnicas e que a contratação de uma empreiteira inabilitada pela licitação em 2002 para construir uma creche não gerou prejuízos aos cofres públicos do município. Para evitar uma nova licitação, Jacob decretou estado de emergência na cidade.

Apesar de ter sido condenado em 2006, o peemedebista recorreu em duas ocasiões. No último dia 23, os ministros da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) avaliaram que os recursos eram meramente protelatórios e declararam o trânsito em julgado do processo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247