Após xingar sindicalistas, Mamãe Falei precisa de escolta para andar na Alesp

O deputado Arthur Mamãe Falei, que é membro do MBL, foi levado por quatro policiais militares até seu gabinete em meio a protesto do público presente na Assembleia. Ao adentrar a Casa, ele ouviu xingamentos de “vagabundo”, “palhaço”, “sem vergonha” e foi ameaçado: “vai para o paredão”

(Foto: Reprodução/Alesp)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado estadual Arthur Mamãe Falei precisou ser escoltado nesta  segunda-feira (9) para chegar ao seu gabinete na Assembleia Legislativa de São Paulo. 

Em discurso na última quarta-feira (4), Mamãe Falei xingou sindicalistas de "vagabundo" reiteradas vezes, provocando uma confusão com troca de agressões físicas (leia mais no Brasil 247). 

O deputado, que é membro do MBL, foi levado por quatro policiais militares até seu gabinete em meio a protesto do público presente na Assembleia. Ao adentrar a Casa, ele ouviu xingamentos de “vagabundo”, “palhaço”, “sem vergonha” e foi ameaçado: “vai para o paredão”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247