Areias das praias do Rio: 16 ótimas; 13 ruins

Monitoramento em 36 praias constatou qualidades e problemas nas areias, em razo do grau de presena de coliformes e bactrias; Ramos e Botafogo esto aprovadas; trechos de Ipanema e Leblon no passam no teste; veja classificao

Agência Rio - A secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio divulgiu no Diário Oficial do Município o Boletim de Avaliação quinzenal 148, com resultado do monitoramento de 36 praias cariocas, entre 23 de janeiro e 8 de fevereiro. Em 16 praias a qualidade da areia foi considerada ótima; em quatro, boa; em três, regular; e em 13, não recomendada.

De acordo com a quantidade de coliformes totais e da bactéria Escherichia Coli nas amostras coletadas durante 15 dias, as praias com areia considerada ótima foram as de Ramos, Botafogo, Recôncavo e da Brisa (Sepetiba), Vermelha, Leme, Copacabana (na altura das ruas república do Peru e barão de Ipanema), do Diabo, arpoador, Leblon (Avenida Visconde de Albuquerque), São Conrado (Asa-deta), Barra da Tijuca (Condomínio Barramares e Avenida Ayrton Senna), Macumba e Barra de Guaratiba.

As praias com areia de qualidade boa: Moreninha (Ilha de Paquetá), Flamengo Copacabana (Rua Souza Lima) e Ipanema (Rua Paul Redfern). Com areia regular as praias de José Bonifácio e da Imbuca (lha de Paquetá e Central. E não recomendada a qualidade da areia das praias da Bica, da Engenhoca e da Guanabara (Ilha do Governador), Piscinão de Ramos, Ipanema (Rua Maria Quitéria), Leblon (Avenida Bartolomeu Mitre), São Conrado (ex-Hotel Nacional), Barra da Tijuca (Quebra-mar e Avenida do Pepê), Recreio/Reserva, Pontal, Prainha e Grumari.

 

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247