Assassinatos aumentam 16,7% no estado do Rio

O número de homicídios no Rio cresceu de 16,7% de 2012 para 2013, de acordo com o estudo Incidências Criminais e Administrativas da Segurança do Estado do Rio de Janeiro, divulgadas pelo Instituto de Segurança Pública (ISP); em número absolutos, os registros de assassinatos passaram de 4.081 para 4.761

O número de homicídios no Rio cresceu de 16,7% de 2012 para 2013, de acordo com o estudo Incidências Criminais e Administrativas da Segurança do Estado do Rio de Janeiro, divulgadas pelo Instituto de Segurança Pública (ISP); em número absolutos, os registros de assassinatos passaram de 4.081 para 4.761
O número de homicídios no Rio cresceu de 16,7% de 2012 para 2013, de acordo com o estudo Incidências Criminais e Administrativas da Segurança do Estado do Rio de Janeiro, divulgadas pelo Instituto de Segurança Pública (ISP); em número absolutos, os registros de assassinatos passaram de 4.081 para 4.761 (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - O número de assassinatos no Rio cresceu de 16,7% de 2012 para 2013, de acordo com o estudo Incidências Criminais e Administrativas da Segurança do Estado do Rio de Janeiro, divulgadas nesta quinta-feira (27) pelo Instituto de Segurança Pública (ISP).

Os registros de assassinatos passaram de 4.081 para 4.761. Os casos de homicídio decorrente de intervenção policial apresentaram redução de 0,7% no ano passado, ao cair de 419 em 2012 para 416 em 2013. Os estupros também caíram (-2,5%) e chegaram a 5.926 em 2013.

Os casos de latrocínio, o roubo seguido de morte, cresceram 2,8% (142 para 146) e os de lesão corporal seguida de morte tiveram aumento de 17 casos em 2013, com 41 registros. Segundo o estudo, a apreensão de crianças e adolescentes sofreu aumento de 43,2% em 2013 em relação a 2012. Subiu de 5.042 para 7.222 apreensões.

Houve também aumento no número de mandados de prisão (7,6%) e de prisões (21,4%) que chegaram a 29.810 em 2013. A pesquisa apontou crescimento de 28% na apreensão de drogas e de 10% de armas recolhidas pela Polícia. O número de furtos caiu 4,4% em 2013 na comparação com o ano imediatamente anterior.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email