Ato da CUT contra a AP 470 reúne 100 pessoas

Protesto foi realizado na noite desta quinta-feira, na sede do Sindicato dos Bancários, no centro do Rio de Janeiro; em nota de convovação, Central diz que os petistas são "vítimas do autoritarismo e da obsessão por vingança do presidente do STF, Joaquim Barbosa"

RIO DE JANEIRO,RJ,19.12.2013:ATO/ANULAÇÃO DA AÇÃO PENAL 470/SINDICATO DOS BANCÁRIOS - Ato pela anulação da Ação Penal 470, no Sindicato dos Bancários, em protesto contra violações dos presos “Políticos” a mando do Supremo Tribunal Federal (STF), no Rio de
RIO DE JANEIRO,RJ,19.12.2013:ATO/ANULAÇÃO DA AÇÃO PENAL 470/SINDICATO DOS BANCÁRIOS - Ato pela anulação da Ação Penal 470, no Sindicato dos Bancários, em protesto contra violações dos presos “Políticos” a mando do Supremo Tribunal Federal (STF), no Rio de (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O ato organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) pela anulação do julgamento da AP 470 reuniu cerca de cem pessoas na noite desta quinta-feira, no Rio.

Em nota para convocar o protesto, Central diz que os petistas são "vítimas do autoritarismo e da obsessão por vingança do presidente do STF, Joaquim Barbosa". A manifestação foi realizada na sede do Sindicato dos Bancários, no centro do Rio. 

No início do ano, o ex-ministro José Dirceu, condenado no processo do chamado “mensalão”, participou do primeiro ato da CUT contra o julgamento.

Na época, o secretário de Finanças da CUT-RJ, José Garcia Lima, disse que houve "uma série de erros jurídicos no julgamento", marcado por "um acúmulo de provas contrárias à tese que levou às condenações".
Segundo ele, existem "documentos nos autos que mostram que não houve desvio de dinheiro do Banco do Brasil, nem lista elaborada por Delúbio Soares com participação de Dirceu".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247