Bolsonaristas armados hostilizam bispo auxiliar de BH

Cinco homens armados intimidaram Dom Vicente Ferreira, proferindo xingamentos e palavras de baixo calão

Dom Vicente Ferreira

247 - O bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, Dom Vicente Ferreira, foi vítima de hostilidade por apoiadores de Jair Bolsonaro armados neste domingo (13) na cidade de Moeda (MG). 

Cinco homens armados o intimidaram, proferindo xingamentos e palavras de baixo calão. Dom Vicente Ferreira tem se destacado por seu posicionamento contra o governo Bolsonaro e por sua luta junto aos atingidos de Brumadinho e da mineração.

Em nota, o bispo da Arquidiocese de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, condenou a violência bolsonarista contra o religioso e disse que providências já estão sendo tomadas para coibir a intolerância religiosa. 

CONTINUA DEPOIS DAS RECOMENDAÇÕES

Leia, abaixo, a nota da Arquidiocese de Belo Horizonte:

Solidariedade a dom Vicente Ferreira

“É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida” (Lc 21,19)

O arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo se solidariza e permanece unido a dom Vicente de Paula Ferreira, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, vítima da intolerância, da falta de um senso mínimo para a convivialidade, do desrespeito covarde, colocando vidas – dom sagrado – em risco, sintomas graves de uma sociedade adoecida.

Providências judiciais já estão sendo adotadas para que as hostilidades destinadas a um servidor do Evangelho, no exercício de sua missão, não permaneçam impunes.

Em uma sociedade livre, democrática, a divergência de opiniões não pode justificar atitudes beligerantes, descompromissadas com a fraternidade. O Evangelho ensina que todos, independentemente de suas convicções, somos irmãos uns dos outros, filhos e filhas de Deus.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.