Bolsonaro destina 60% de emendas para saúde de militares

O deputado federal e presidenciável pelo PSC, Jair Bolsonaro (RJ), destinou mais de R$ 45 milhões em emendas parlamentares para atividades relacionadas às Forças Armadas de pouco mais de R$ 76 milhões indicados por ele no Orçamento de 2014 a 2018; é o que aponta um levantamento feito pelo Estadão/Broadcast com dados de 2014; a maior parte do dinheiro foi destinado para a saúde de seus colegas parlamentares, embora o congressista tenha um discurso de defesa da segurança pública

O deputado federal e presidenciável pelo PSC, Jair Bolsonaro (RJ), destinou mais de R$ 45 milhões em emendas parlamentares para atividades relacionadas às Forças Armadas de pouco mais de R$ 76 milhões indicados por ele no Orçamento de 2014 a 2018; é o que aponta um levantamento feito pelo Estadão/Broadcast com dados de 2014; a maior parte do dinheiro foi destinado para a saúde de seus colegas parlamentares, embora o congressista tenha um discurso de defesa da segurança pública
O deputado federal e presidenciável pelo PSC, Jair Bolsonaro (RJ), destinou mais de R$ 45 milhões em emendas parlamentares para atividades relacionadas às Forças Armadas de pouco mais de R$ 76 milhões indicados por ele no Orçamento de 2014 a 2018; é o que aponta um levantamento feito pelo Estadão/Broadcast com dados de 2014; a maior parte do dinheiro foi destinado para a saúde de seus colegas parlamentares, embora o congressista tenha um discurso de defesa da segurança pública (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - O deputado federal e presidenciável pelo PSC, Jair Bolsonaro (RJ), destinou mais de R$ 45 milhões em emendas parlamentares para atividades relacionadas às Forças Armadas de pouco mais de R$ 76 milhões indicados por ele no Orçamento de 2014 a 2018. É o que aponta um levantamento feito pelo Estadão/Broadcast com dados de 2014.

A maior parte do dinheiro foi destinado para a saúde de seus colegas parlamentares, embora o congressista tenha um discurso de defesa da segurança pública.
Nos últimos anos, Bolsonaro reservou recursos para o Comando da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

Segundo o jornal paulista, a maior parte das rubricas orçamentárias foram para assistência médica e odontológica de servidores unidades de saúde das Forças Armadas, laboratórios, compra de equipamentos hospitalares e ambu modernização de hospitais militares.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247