Bolsonaro manda mensagem de WhatsApp a aliados atacando Bruno Covas

Jair Bolsonaro apoiou, no primeiro turno, Celso Russomanno (Republicanos), que definiu apoio a Bruno Covas contra Guilherme Boulos (PSOL) no segundo turno

Bruno Covas e Jair Bolsonaro
Bruno Covas e Jair Bolsonaro (Foto: Gov. SP | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro, que ainda não se pronunciou sobre o segundo turno das eleições municipais de São Paulo, está enviando mensagens de WhatsApp contra o candidato do PSDB, Bruno Covas, segundo a Folha de S.Paulo.

Covas disputa a Prefeitura de São Paulo contra Guilherme Boulos (PSOL).

Bolsonaro encaminhou para aliados uma foto de uma conversa entre Covas e o youtuber Felipe Neto pelo Twitter no qual o candidato do PSDB afirma não ter votado em Bolsonaro para presidente em 2018.

Junto com a imagem da conversa, o presidente encaminhou em negrito e letras maiúscula a seguinte frase: "VOTOU NO HADDAD."

A Folha alega que leu a mensagem no celular de uma pessoa que a recebeu.

Bolsonaro apoiou, no primeiro turno, Celso Russomanno (Republicanos), que definiu apoio a Covas no segundo turno.

Covas é aliado de João Doria, principal adversário político de Bolsonaro no campo da direita.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email