Bope mantém ocupação após trocar comando

Troca de comando do Batalhão de Operações Especiais (Bope), anunciada pela Polícia Militar neste fim de semana, não modificará as ações desenvolvidas nos Complexos do Alemão e da Penha, na zona norte do Rio, e na Vila Kennedy, na zona oeste, segundo a assessoria de imprensa da PM

Troca de comando do Batalhão de Operações Especiais (Bope), anunciada pela Polícia Militar neste fim de semana, não modificará as ações desenvolvidas nos Complexos do Alemão e da Penha, na zona norte do Rio, e na Vila Kennedy, na zona oeste, segundo a assessoria de imprensa da PM
Troca de comando do Batalhão de Operações Especiais (Bope), anunciada pela Polícia Militar neste fim de semana, não modificará as ações desenvolvidas nos Complexos do Alemão e da Penha, na zona norte do Rio, e na Vila Kennedy, na zona oeste, segundo a assessoria de imprensa da PM (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - A troca de comando do Batalhão de Operações Especiais (Bope), anunciada pela Polícia Militar neste fim de semana, não modificará as ações desenvolvidas nos Complexos do Alemão e da Penha, na zona norte do Rio, e na Vila Kennedy, na zona oeste, segundo a assessoria de imprensa da PM.

De acordo com nota divulgada neste domingo (16), “o cronograma de ações não será alterado. O novo comandante do Bope dará continuidade ao trabalho que já vinha sendo desenvolvido pelo comando anterior”. Nos últimos dias, o Bope tem reforçado o policiamento nos complexos da Penha e do Alemão, em decorrência de ataques de criminosos, e da ocupação da Vila Kennedy, com o objetivo de instalar uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na favela.

A troca do comando do batalhão, segundo a PM, faz parte da rotina da Polícia Militar. O tenente-coronel Fábio Souza sai do Bope para comandar outra unidade, que não foi divulgada pela PM. Também não foi informado o nome do novo comandante.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email