Boulos: até quando Maia vai manter na gaveta pedidos de impeachment de Bolsonaro?

Guilherme Boulos criticou a declaração de Jair Bolsonaro de que se não houver voto impresso em 2022, "vamos ter problema pior que o dos EUA"

Guilherme Boulos
Guilherme Boulos (Foto: Reprodução/Facebook)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, cobrou nesta quinta-feira (7) o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, sobre o andamento em algum dos mais de 50 pedidos de impeachment de Jair Bolsonaro que estão parados na Casa. 

Boulos criticou a declaração de Bolsonaro de que se não houver voto impresso em 2022, "vamos ter problema pior que o dos EUA".

"Enquanto o mundo inteiro condena a tentativa de golpe de Trump, Bolsonaro a utiliza em sua própria estratégia golpista. Até quando Rodrigo Maia vai manter os pedidos de impeachment na gaveta?", questionou Boulos pelo Twitter

Em vídeo divulgado por um canal bolsonarista nesta quinta-feira (7), Bolsonaro voltou a espalhar a fake news de que a eleição presidencial dos Estados Unidos teria sido fraudada e afirmou que a invasão do Congresso em Washington aconteceu devido a uma “falta de confiança no voto”. Segundo ele, a situação poderá acontecer também no Brasil “se tivermos o voto eletrônico” em 2022. “Vai ser a mesma coisa”, disse. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email