Boulos diz que apoio do PT à sua candidatura "seria muito bem vindo"

"Se a esquerda estiver unida, ou estivesse unida, a gente teria melhores condições e mais força para poder derrotar Bolsonaro", declarou o candidato para a Fórum

Guilherme Boulos
Guilherme Boulos (Foto: Reprodução (Facebook))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Fórum - O candidato pelo PSOL à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, comentou durante entrevista ao Jornal da Fórum, comandado pela jornalista Cynara Menezes, nesta quarta-feira (7) sobre a possibilidade de uma unidade do campo progressista no primeiro turno na capital paulista. Boulos não descarta a possibilidade e defende uma articulação entre as lideranças partidárias e “figuras que estão fora das eleições municipais”.

“Eu acredito vivamente que o maior objetivo nosso nessa eleição é derrotar o bolsonarismo. Aqui em São Paulo, agregue o BolsoDoria. Eu trabalhei para buscar conseguir uma unidade do campo progressista e do campo de esquerda. Não só aqui em São Paulo, em outras partes do país também”, disse o candidato ao responder uma pergunta feita por Renato Rovai, editor da Fórum, sobre um possível “bem-bolado” na capital paulista e no Rio de Janeiro.

“Obviamente, se a esquerda estiver unida, ou estivesse unida, a gente teria melhores condições e mais força para poder derrotar Bolsonaro e, aqui em São Paulo, os tucanos”, completou o líder do MTST. O PT lançou o ex-deputado Jilmar Tatto para a disputa, enquanto o PCdoB concorre com o deputado federal e ex-ministro Orlando Siva.

Leia a íntegra na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247