Bruno Covas anuncia saída do PSDB se Aécio não for expulso

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou que deixará o PSDB se Aécio Neves não for expulso e se lançará à reeleição por outra legenda. Ele deixou o hospital depois de um tratamento intensivo para combate a um câncer no sistema digestivo

(Foto: Heloisa Ballarini | Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, deixou o hospital depois de um tratamento intensivo para combate a um câncer no sistema digestivo anunciando que deixará o PSDB se Aécio Neves não for expulso e se lançará à reeleição por outra legenda. 

Covas tenta articular uma frente com um grupo de até 10 pequenos partidos para sua candidatura. Ele tem prazo até 20 de abril para deixar o PSDB e inscrever-se em outra legeda. "Estou muito desconfortável de fazer parte de um partido que tem Aécio como quadro", afirmou aos jornalistas Cristiane Agostine e César Felício do Valor Econômico.

Durante a entrevista ele rearifmou sua fidelidade a João Doria e concentrou fogo em Aécio: "Em relação a outros nomes [do PSDB], não há nenhum áudio em que tenha a pessoa pedindo para o dono da JBS ‘x’ milhões de reais. Até hoje não foi explicado para onde iria aquele recurso. Acusação até eu tenho, tenho um monte de processo do período que estou aqui como prefeito. Mas é muito difícil de explicar o motivo de um cara desses [Aécio] estar no PSDB".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247