Cabral sanciona lei que reajusta salários de PMs

Texto garante antecipaes e amplia benefcios das categorias da segurana pblica

247 - Saiu publicada no Diário Oficial desta sexta-feira 10 o texto sancionado pelo governador Sérgio Cabral que concede reajustes salariais e antecipações a policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários. Leia notícia do portal Terra:

Terra - A lei que amplia os benefícios a policiais civis e militares, bombeiros e inspetores de Segurança e Administração Penitenciária do Rio de Janeiro foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial, sancionada pelo governador Sérgio Cabral.

Segundo informações da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), a medida foi proposta por Cabral e aprimorada em plenários pelos deputados estaduais em votação na quinta-feira. Ainda segundo a Alerj, os profissionais terão antecipados o reajuste que inicialmente seria pago em 48 parcelas.

O chefe do Estado Maior Administrativo da Polícia Militar, coronel Robson Rodrigues da Silva, informou nesta tarde que 59 policiais foram presos e mais de 100 foram indiciados por crime militar ou transgressão disciplinar de natureza grave. Nove dos 11 policiais considerados líderes do movimento grevista que tiveram mandados de prisão expedidos pela Justiça Militar estão entre os presos. Outros cerca de 50 estão presos administrativamente.

Após concederem entrevista coletiva nesta manhã, os líderes do movimento saíram em caminhada até o Quartel-General da Polícia Militar para se entregar voluntariamente. O cabo João Carlos Gurgel e o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Rio (Sindpol), Carlos Gadelha, lideraram o ato. Eles foram acompanhados pelo policial civil Francisco Chao e pelo major Hélio de Oliveira, do sindicato de oficiais inativos da PM. Logo depois, Chao anunciou que só ficaram detidos no QG o cabo Gurgel e o major Hélio de Oliveira.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247