Câmara de São Paulo abre investigação contra vereador Camilo Cristófaro por racismo

“Varrendo com água na calçada... é coisa de preto, né?”, disse Camilo Cristófaro em áudio vazado de sessão remota da Câmara

www.brasil247.com - Camilo Cristófaro
Camilo Cristófaro (Foto: Richard Lourenço/Rede Câmara)


247 - A comissão da Câmara Municipal de São Paulo criada para analisar a denúncia de racismo praticada pelo vereador Camilo Cristófaro (PSB) aprovou a abertura de processo contra o parlamentar.  Cristófaro virou alvo de investigação na Câmara Municipal após o áudio do vereador vazar, quando ele disse “coisa de preto”. “Varrendo com água na calçada... é coisa de preto, né?”, disse Camilo Cristófaro durante a sessão da CPI dos Aplicativos. 

A denúncia inicial foi feita pela vereadora Luana Alves (PSOL) e a relatora é a vereadora Elaine do Quilombo Periférico (PSOL). Além de Elaine, votaram a favor da abertura do processo os vereadores Sandra Tadeu (União Brasil); Antônio Donato (PT); André Santos (Republicano); Aurélio Nomura (PSDB) e Rubinho Nunes (União Brasil). Agora, o processo deve ser encaminhado para que o plenário vote a cassação na próxima terça-feira (24). Em caso de aprovação, o vereador deverá apresentar sua defesa no caso.

Em seu relatório, Elaine afirmou que a fala do parlamentar atenta contra a dignidade e a igualdade da população negra e foi proferida em tom jocoso. "Que seja considerada a frase como quebra de decoro parlamentar, portanto, que o parlamentar tenha o seu mandato cassado ou suspenso", disse a vereadora na leitura do seu voto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email