Carlos Bolsonaro: suicídio de empresário mostra “mais uma falha de segurança”

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) afirmou que o suicídio do empresário Sadi Gitz com uma arma no stado de Sergipe mostra “mais uma falha de segurança”; “Seria bom a segurança do Presidente ficar mais atenta”, disse ele, que vem atacando a gestão do general Augusto Heleno frente ao Gabinete de Segurança Institucional da Presidência

(Foto: Câmara de Vereadores do RJ)

247 - O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) afirmou que o suicídio do empresário Sadi Gitz com uma arma no stado de Sergipe mostra “mais uma falha de segurança”.

“Seria bom a segurança do Presidente ficar mais atenta”, disse o filho do presidente Jair Bolsonaro no Twitter. 

O empresário Sadi Paulo Castiel Gitz, proprietário da Cerâmica Sergipe S/A, cometeu suicídio quando participava de um evento do governo estadual, em Aracaju (SE). De acordo com relatos de testemunhas, no momento em que o governador Belivaldo Chagas (PSD) se preparava para falar, o empresário teria dito que ele é “mentiroso” e em seguida deu um tiro na boca (veja aqui).

O parlamentar vem atacando a gestão do general Augusto Heleno frente ao Gabinete de Segurança Institucional da Presidência. Após os 39 quilos de cocaína encontrado em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), o vereador comentou a prisão de um militar da Aeronáutica foi detido no país europeu.

"Por que acha que não ando com seguranças? Principalmente aqueles oferecidos pelo GSI [Gabinete de Segurança Institucional, comandado por Heleno]", escreveu Carlos no Twitter ao comentar a prisão.





Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247